< 21 Anos & Pa®aNóiaS > : uma obrinha de ficção


Por que hoje é sábado?

Escrito por Gina Emanuela às 15h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




Apenas boas intenções de nada valem. Delas, qualquer um pode estar cheio. Até você.

Engraçado. A coisa que mais quero é escrever sobre amor, sobre cor, sobre bom sabor, sobre vida, enfim! Porém, como humana-com-oscilações-de-estados-psicológicos-por-demais-alteradas que sou, acabo exagerando certas vezes. Percebo que apesar de ter coisas boas aqui dentro, andei exibindo besteiras em doses elevadas (e isso não deixa de ser uma justificativa e um pedido de desculpas, a quem quer que leia, mesmo que seja só a mim mesma). O fato é que isto me levou em pensamentos até um diálogo que vi um dia desses no filminho do Batmam.

ELE : - No fundo eu ainda sou uma boa pessoa.

ELA : - Você pode até ser, no fundo, mas são as coisas que você faz hoje que definem quem você é.

A partir de então me vieram uns portantos.

  1. Portanto, se você se mostra de tal forma através de gestos e palavras, será com base nessas expressões que os outros (sempre eles!) iram te conhecer e formar conceitos sobre você. Conceitos estes que as levaram a gostar ou desgostar de você. Parece elementar. E é. Mas é bom lembrar de vez em quando.
  2. Portanto, vou parar de exprimir besteiras e trazer pro raso o eu tenho no fundo.

Falando nisso...

Recebi hoje cedinho uma demonstração de carinho inesperada. Dessas que deixam a gente cor-de-rosa com cheirinho de talco e cheia de vontade de ouvir música clássica. Foi dessa forma que fiquei sabendo ( e gostando) do que havia no interior daquela criatura. Que ás vezes me deixa cheia de dúvidas. Que, por sinal, é meu pai.



Escrito por Gina Emanuela às 12h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Música Infantil - By me - E eu tou só brincando :-)



Escrito por Gina Emanuela às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um ano de blog. Já dá pra fazer meu livro.

Escrito por Gina Emanuela às 09h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




Conquista - O que me move - Desafio

Se a cada vitória - O que consegui - Já não quero mais

Viver assim - O que será? _ Nunca satisfeita - Sempre a desejar

Uma aflição eterna - Adrento - Uma certeza

Nunca vai parar  - Mas mesmo assim - Devo continuar

ANGÚSTIA! A FELICIDADE NUNCA VIRÁ?

Não, eu encontro com ela - Vez em quando - Duas vezes de cada

Quando eu descubro o novo querer e tenho forçar para buscar

Quanto este querer está na iminência de ser o que depois de amanhã estarei a desprezar

 

...Mas me dizem que a tal felicidade é só um estado de espírito. Só que não acredito em espíritos, porque morro de medo.

 



Escrito por Gina Emanuela às 14h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




Continue a nadar, continue a nadar, continue a nadar...

Escrito por Gina Emanuela às 09h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




Hoje o céu fez arco-íris no frio gostoso da manhã. E eu lá, babando. É sim, o céu continua a me fascinar e a me fazer pôr os olhos a sua procurar quando cai a tarde naquela biblioteca. Quando o coração dá as badaladas das cinco e meia posso sentir minha concentração indo literalmente pro espaço e se colocando bem ali onde o sol contorna a nuvem. Faz uma moldura amarela tão brilhante! Queria gritar a todos que não, não estudem agora, são só uns poucos minutos de parada pra contemplar o que é transcendente. Mas eu não sei explicar. Por vezes não sei sequer falar. Então eu fico só olhando, olhando, olhando...

Escrito por Gina Emanuela às 12h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




TREMA :-)

Tem gente lutando por muita coisa neste mundo. Tem gente lutando pra abolir o trema da Língua Portuguesa. Portanto, seus sonhos não são nenhum absurdo. Nem os meus. Hoje estou cheia de ânimo e já era tempo. Ouvi música boa e gostei do professor de matemática. Dos curtas que andei assistindo no Cine Ceará continua ecoando em minha mente uma frase : não percebe que é este apego às lembranças boas do passado que te fazem sofrer no presente? Lembranças boas são pra ser isso: lembranças boas: e não âncoras que não nos permitem navegar adiante. Vamos lá.

Escrito por Gina Emanuela às 09h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




" Ainda somos bem moços pra tanta tristeza, deixemos de coisa e cuidemos da vida"

Você sabe o que tem que fazer. Faça.

*sim, eu sou paradoxal.



Escrito por Gina Emanuela às 09h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Certezas, não me façam rir. Ter certezas é só mais uma forma de a si mesmo trair.

Tem coisas que eu faço que não sei por que faço

Tem coisas que não faço que não sei por que não

E vivo bem assim

A fazer e não fazer

Sem saber o porquê

Porquê?

Porque quando eu sabia

Eu sempre me desmentia.



Escrito por Gina Emanuela às 11h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




A arte é uma válvula de escape. Para onde?

Hoje é dia de sentir saudades

De escorar no parapeito da janela e olhar o passado

A paisagem da memória

Tão bela...

Tão melancolicamente bela ela é

E tenho certeza

Não é questão de só se dar valor a algo que já não se tem

Porque dei valor, sim, quando as tive!

Muito. Tanto!

O bastante para jamais permitir que envelheçam,

mesmo que já não aconteçam mais no agora.

O suficiente para que me encham de suspiro e lágrimas

sempre que eu resolver abrir as cortinas e olhar desta janela.

Não, não volta mais. Nada.

Estão lá, ainda coloridas, tão longe!

Não quero que volte

Seria um querer tolo, querê-las na pele de novo

Bobagem impossível

O que foi, não é e jamais será

Mas não é martírio visualizar

É bonito, embora triste

Como acusam ser o meu olhar

E hoje é dia de sentir saudades

Porque semana passada eu seria muito feliz se tivesse um som no carro

E tive

E tenho

E fui!

Porém hoje, cedinho, este cantou uma música que me fez lembrar e chorar.



Escrito por Gina Emanuela às 11h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




Assim

Foi por causa de algo que ela havia dito que se encontrava assim, naquela tarde. Parecia que havia uma espinha de peixe entalada na garganta, sentia uma expressão azeda na face mesmo sem olhar no espelho. Mas o que ela tinha dito, então, para estar assim? Sim, ela escutara de manhã, da boca da própria Constituição Federal do Brasil que as pessoas têm direito à vida. Ao chegar para o almoço, recebera de seu pai o convite para ir a missa de sétimo dia do pai de uma amiga distante. Ela que nem sabia que o homem tinha morrido; e já se iam sete dias. Enfarto. Nela uma recusa, quase que como um reflexo, a comparecer à cerimônia funebre. Mais morte. Mais morte. Mais morte a cercando. E seu cérebro se encharcava daquilo. Foi então que chegou pra velha empregada e comentou:

_ A vida é injusta, não é?

_ É sim. ( suspiro)

_Uns doidos pra viver, morrendo, enquanto eu que quero morrer continuo aqui, viva.

Espanto e silêncio. Choque, pra dizer depois que ela devia deixar de besteiras, que era nova e cheia de vida, que estava acordando agora, ora! Ao que ela imediatamente retrucara dizendo que já começara mal e sem querer e que, se despertava agora, preferia voltar a fechar os olhos e dormir o sono eterno enquanto era tempo de sofrer menos. Por favor, nenhuma religião viesse lhe dizer que existem outros espaços e tempos onde a vida continua. Nem melhor, nem pior. Basta.

E ela pensou nesta manhã que tivera, enquanto caminhava olhando fixamente para os seus passos dentro daquele sapato preto. Pensou que viver não é direito. Veja só, direito! É obrigação. E agora posso vê-la assim, do jeito que está lá sentada tentando estudar, com os pés em cima de outra cadeira, o humor assim-assim . Assim mesmo, pois irá se sentir culpada no próximo momento que se sentir feliz, só por ter dito aquilo.



Escrito por Gina Emanuela às 08h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Alguém aqui já quis muito ter alguma coisa e, quando finalmente a teve em mãos, não soube absolutamente o que fazer?

Escrito por Gina Emanuela às 18h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




TESTEMUNHO LITERÁRIO


O que segue abaixo é _ como denuncia o título_ meu testemunho literário. Quem me passou e pediu que respondesse foi a minha querida amiga Cristina. No site dela ( www.luamulher.blogger.com.br) vocês podem conferir o testemunho da mesma e outro monte de escritos interessantíssimos. Mesmo. Um beijo, pessoal. :-)


Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser?

Um livro que não existe. Um livro que estaria repleto de todas as respostas para todas as perguntas e que englobasse as mais diversas situações, circunstâncias, relatividades possíveis, impossíveis, existentes, existidas e imagináveis. Um livro que conheceria em seu conteúdo e nos daria a conhecer, por conseqüência, todas as vidas de todos os seres animados e inanimados em todos os seus mais particulares momentos e relacionamentos com o restante do universo. O livro que nos permitiria viver em sua leitura cada um destes infinitos, intermináveis e mutantes outros. O livro da perda da identidade, do ganho da compreensão suprema que uniria todos os relativismos em um só absoluto de amor, em uma única certeza, e que de tão sábio seria vazio e faria silêncio.

Mas, já que este não há, poderia ser um livrinho de piadas.

Já, alguma vez, ficastes apanhadinha(o) por um personagem de ficção?
Acontecesse quase sempre. Incorporo involuntáriamente, nem que seja só uma ou outra característica do personagem que estou lendo e , naquele ponto, o sinto com mais força. É lógico que há determinados personagem com os quais me identifico mais, mas é crueldade me fazer optar por um apenas! No momento me lembro de uma moça de um dos contos de Clarice, mas não me recordo o nome do conto, nem da moça; mas tem no livro Felicidade Clandestina. Lembro também que amei e fui com paixão a Sofia, do Mundo de Sofia e com vergonha e medo o protagonista do livro O Encontro Marcado do Fernando Sabino, do qual também não me recordo o nome.

Qual foi o último livro que comprastes?
Serve que eu ganhei de presente? A Insustentável Beleza do Ser, do Milan Kundera. E também Acaso, um livro de poesia maravilhosos escrito e enviado por meu amigo Rodolfo. Não sou muito de comprar livro, prefiro quando ganho. rs Também pego bastante nas bibliotecas. Mas um dia ei de montar a minha, pq não? :-)

Que livro estás a ler?

A Constituição Brasileira. É preciso, é preciso.

Que livros (5) levarias para uma ilha deserta?
O Mundo de Sofia - Jostein Garden
A Insustentável Leveza do Ser –Milan kundera
Felicidade Candestina - Clarice Lispector
A Hora da Estrela – Clarice Lispector
O Encontro Marcado – Fernando Sabino

Livros extras: Como catar côcos, Como construir uma cabana segura; Como sobreviver a uma tempestade de areia; A maré subiu, e agora?; Aprendendo a caçar e pescar : do básico ao avançado; A ilha é deserta, a ilha é minha, ninguém me pertuba : que maravilha!; A ilha deserta, como sobreviver à solidão.


A quem vais passar esse testemunho (3 pessoas) e por que?

Já está passado, a quem leu e se interessar em responder. Porquê? Bom, porque as pessoas não podem ser obrigadas a fazer algo contra sua vontade a não ser que isto esteja previsto em lei.



Escrito por Gina Emanuela às 11h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




Questão de tempo.

Escrito por Gina Emanuela às 12h07
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, BENFICA, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Saúde e beleza, Comunicação, educação e movimento
MSN - ginaemanuela@hotmail.com
Histórico
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005
  10/04/2005 a 16/04/2005
  03/04/2005 a 09/04/2005
  27/03/2005 a 02/04/2005
  20/03/2005 a 26/03/2005
  13/03/2005 a 19/03/2005
  06/03/2005 a 12/03/2005
  27/02/2005 a 05/03/2005
  20/02/2005 a 26/02/2005
  13/02/2005 a 19/02/2005
  06/02/2005 a 12/02/2005
  30/01/2005 a 05/02/2005
  23/01/2005 a 29/01/2005
  16/01/2005 a 22/01/2005
  09/01/2005 a 15/01/2005
  02/01/2005 a 08/01/2005
  26/12/2004 a 01/01/2005
  19/12/2004 a 25/12/2004
  12/12/2004 a 18/12/2004
  05/12/2004 a 11/12/2004
  28/11/2004 a 04/12/2004
  21/11/2004 a 27/11/2004
  14/11/2004 a 20/11/2004
  07/11/2004 a 13/11/2004
  31/10/2004 a 06/11/2004
  24/10/2004 a 30/10/2004
  17/10/2004 a 23/10/2004
  10/10/2004 a 16/10/2004
  03/10/2004 a 09/10/2004
  26/09/2004 a 02/10/2004
  19/09/2004 a 25/09/2004
  12/09/2004 a 18/09/2004
  05/09/2004 a 11/09/2004
  29/08/2004 a 04/09/2004
  22/08/2004 a 28/08/2004
  15/08/2004 a 21/08/2004
  08/08/2004 a 14/08/2004
  01/08/2004 a 07/08/2004
  25/07/2004 a 31/07/2004
  18/07/2004 a 24/07/2004
  11/07/2004 a 17/07/2004
  04/07/2004 a 10/07/2004
  27/06/2004 a 03/07/2004
  20/06/2004 a 26/06/2004
  13/06/2004 a 19/06/2004


Outros sites
  *****Meu Currículo
  Meu Fotoblog : < 21 Anos & Pa®aNóiaS >
  Meu Irmão: Pedro Ivo
  Meu Irmão : Edmilson
  Brusk nao fala frances
  Que coisa!
  No Mundo da ¤Luazinha®¤!!!
  Fládia B A I L A R I N A
  ConDeSSa_De_MonTe_CriSTo
  Como Sempre Primavera
  Tananans (ainda?)
  Fotolog do Rafael Martins
  AGUANTE THIAGO
  Parerga e Paraleponema
  Martelo de Marte
  Prosas & Poesias: fatos de uma vida diária
  Olhar Literário : Contos
  Sentidos e Sentires
  Site do Aran
  Aventureiro do Traço
  Geléia Geral
  aMiGoS dA uNiFoR
  Los Hermanos
  Fotoblog da Andrea
  OrKuT
  ...algumas pegadas. Dolfo.
  Fotoblog do Igor
  Quer traduzir? *Free Translation*
  Pato De Laranja ( ChArGeS !)
  Hotmail
  Google
  Não Faço Idéias - Victor Blogo
Votação
  Dê uma nota para meu blog